FAQ

A respeito da Consultoria RTI

Por que a consultoria RTI é tão importante para a empresa desenvolver o Plano de Ação em Emergências (PAE)?
Resposta
. A consultoria RTI produz para a empresa um PAE realista e flexível – desenvolvido sob a égide das instruções normativas internacionais – em que o Plano descreve “de fato” o que a empresa pode fazer para atender emergências, até aquelas que não foram previstas: prevenindo que venha ser simplesmente “engavetado” depois de pronto.

 

Por que a consultoria RTI enfatiza a importância de a empresa contar com o Gestor de Emergências?
Resposta.
O gestor de emergências, diferentemente do médico do trabalho e do engenheiro de segurança do trabalho, se orienta pelas conclusões e análises da sociologia, da história, geografia, economia, filosofia, direito, administração pública e outras disciplinas das ciências Humanas e Sociais para exercer sua função administrativa que é nova, desenhada com vistas aos Planos de Ação em Emergência e seus desdobramentos operacionais, que incluem: equipamentos, técnicas, treinamentos, exercícios simulados, observação de desempenho individual e em equipas, análises de resultados, sempre orientado pelos objetivos do PAE.

 

Por que a consultoria RTI afirma que os exercícios simulados têm a finalidade essencial de aferir as ações dos atores em relação as provisões do PAE?
Resposta.
Porque a empresa precisa saber se as ações de resposta se dão, na prática, de acordo com o que foi planeado e precisa estabelecer o Budget.

 

Por que a consultoria RTI reitera a importância de o Plano de Treinamento estar descrito como elemento do PAE?
Resposta.
Porque são nos exercícios simulados periódicos que se avaliam as ações dos atores em relação às provisões do PAE, e as falhas identificadas permitem analisar a qualidade do treinamento que receberam, para que seja revisado o conteúdo do Plano de Treinamento no próximo período.

 

A consultoria RTI indica usar maquiagens médicas nos exercícios simulados?
Resposta. Sim! Com planeamento específico e critérios técnicos que projetam lesões e males súbitos realísticos para analisar (sob estresse) o desempenho dos indivíduos e equipas nos procedimentos de primeiros socorros e resgate.

 

Por que a consultoria RTI propõe que as empresas e outras organizações estabeleçam o conjunto de serviços de resposta elencado em um Sistema Integrado?
Resposta.
Porque os serviços mantidos na empresa de forma independente têm menos eficácia e custam muito mais caro do que quando são elencados dentro de uma sistematização que objetiva a complementaridade e permite que as respostas sejam na medida exata, nem a mais e nem a menos.

Por que a consultoria RTI enfatiza a importância de a empresa e outras organizações contarem com um Centro de Telecomunicações de Emergência (CECOM)?
Resposta
. Porque o CECOM emprega técnicas avançadas de telecomunicações de emergência para classificar a queixa principal e categorizar recursos do Sistema Integrado.

 

Como a consultoria RTI pode ajudar a empresa a implantar ou aperfeiçoar o CECOM?
Resposta. Os telecomunicadores de emergência recebem formação com padrão internacional, qualificando-os para: Controlar chamadas, Repassar para a cena, por telefone ou radiocomunicação, os protocolos médicos e padrões de procedimentos, Alimentar o Banco de dados para embasar políticas e atualizações no Sistema integrado.

 

Por que a consultoria RTI sugere que seja instituída a Regulação médica na empresa?
Resposta
. Porque 95% dos atendimentos de emergências médicas são feitos com primeiros socorros básicos, fundamentados em protocolos previamente ratificados pelos médicos responsáveis, eliminando o plantão. 

 

De acordo com a Consultoria RTI quais são os serviços que integram o sistema de emergências médicas (SEM) da empresa ou outra organização?
Resposta. Socorristas básicos, telecomunicadores de emergências, agentes de emergências médicas, operador de veículo de emergência.

 

Como a Brigada Industrial integra os serviços de respostas?
Resposta. A consultoria RTI alinha a Brigada Industrial às instruções normativas da OSHA e NFPA, diferindo, portanto do conceito clássico, sujeito a passivos laborais.

 

Qual o benefício de ter uma Brigada Industrial segundo a OSHA e NFPA?
Resposta.
A Brigada Industrial é uma instituição estatutária e regimental de empregados que se voluntariam para controlar emergências patrimoniais e ambientais, e não desempenham nenhuma atribuição paras quais não tenham recebido formação e equipamentos que pelo previstos no Regimento da Brigada.

 

Qual a diferença entre brigadista e Brigada Industrial?
Resposta. O brigadista é um funcionário, enquanto Brigada é uma instituição estatutária e regimental: nada fica subentendido, tudo é detalhado nos mínimos detalhes, evitando assim qualquer possibilidade de se gerar passivo laboral.

 

A Brigada integra o sistema de respostas da empresa?
Resposta. Por meio dos instrumentos regimentais, a Brigada Industrial define todos os padrões de procedimentos para responder às ameaças, incluindo a forma de participar do PAM.

 

Como a consultoria RTI classifica os tipos de emergências?
Resposta. Tipo 1 a Tipo 5, fundamentados em níveis de complexidade da emergência, segundo a U.S. Fire Administration: EUA, 2009.